Topo
Saque e Voleio

Saque e Voleio

CBT suspende programa de apoio para Orlandinho e Felipe Meligeni na Espanha

Alexandre Cossenza

07/10/2019 04h05

O gaúcho Orlando Luz e o paulista Felipe Meligeni, que treinam na Espanha desde o começo de 2018 graças a uma parceria da Confederação Brasileira de Tênis (CBT) com a academia BTT, de Barcelona, não terão o mesmo auxílio financeiro da entidade em 2020. Os dois tenistas foram informados por email nesta semana, durante o Challenger de Campinas. A informação foi revelada pelo jornalista Fernando Nardini, da ESPN, e confirmada pelo blog no torneio.

Atuais números 316 e 394 do mundo, respectivamente, Luz e Meligeni conseguiram grande avanço no período em que treinaram na Espanha. O gaúcho era apenas o 725º do ranking no começo de 2018, enquanto o paulista era o 950º na mesma lista. Quando chegaram a Barcelona, os dois passaram a ser orientados pelo técnico brasileiro Leo Azevedo, que trabalhava na BTT na época. Em 2019, com a saída de Azevedo, que foi contratado pela Lawn Tennis Association (LTA – federação britânica), os atletas passaram a ser orientados por treinadores espanhóis.

Procurado em Campinas durante o torneio, Felipe Meligeni, que é sobrinho de Fernando, campeão pan-americano e ex-número 25 do mundo, preferiu não comentar oficialmente o assunto. Orlandinho confirmou a informação e afirmou que ainda não sabia o que fazer em relação à próxima temporada.

Procurada via email, a CBT lembrou estar sem um patrocinador máster desde novembro de 2017 e alegou questões financeiras para suspender o projeto chamado Base na Europa e informou que buscará uma "solução nacional", para que investimentos passem a ser feitos em real – e não em euros, como era o caso da BTT, de Barcelona.

O blog encaminhou à CBT as seguintes perguntas:

– Qual foi o motivo do fim do apoio financeiro?
– Quanto a CBT gastava anualmente com os dois tenistas?
– O quanto esse valor significava percentualmente em relação às despesas totais da CBT?
– A entidade ficou satisfeita com os resultados de ambos? Em caso negativo, por quê?
– O valor usado para apoiá-los será redirecionado para que setor?

A CBT respondeu com o texto reproduzido na íntegra abaixo:

"Mesmo sem um patrocinador master desde a saída dos Correios em novembro de 2017, a CBT decidiu por inovar com um projeto de base na Europa como complemento ao programa de desenvolvimento do Alto Rendimento. Foram utilizadas reservas financeiras para tal projeto, de forma que os tenistas escolhidos, Felipe e Orlando, completarão 24 meses de patrocínio em dezembro de 2019.

A CBT ficou muito satisfeita não só com a evolução técnica dos tenistas, em que os resultados se comprovaram com impacto direto na evolução do ranking dos mesmos, mas também por poder fazer uma grande diferença na carreira deles em um momento que era crucial há dois anos. Entre janeiro de 2018 e dezembro de 2019, os dois tenistas juntos terão recebido aproximadamente R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), entre treinamento, moradia e alimentação (incluídos no acordo com a Academia BTT através de pagamentos feitos diretamente pela CBT), além dos valores mensais que a CBT deposita como patrocínio na conta de cada jogador.

A CBT está no mercado buscando novas receitas através de patrocínio. Desta forma, o projeto da Base na Europa estará suspenso temporariamente a partir de janeiro de 2020, de forma que estamos buscando uma solução nacional para que os investimentos sejam feitos na moeda local, ou seja, o Real.

O valor que se utilizou entre 2018 e 2019 exclusivamente para o Felipe e Orlando será mantido no Programa de Alto Rendimento da entidade. Desta forma, a CBT vai oferecer uma alternativa de extrema qualidade não somente para o Felipe e para o Orlando, mas também para outros tenistas com faixa etária entre 16 e 22 anos.

A CBT comunicou aos dois jogadores da suspensão do Projeto da Base na Europa ao mesmo tempo que os deixou cientes que muito em breve irá anunciar o novo projeto que fará parte do Programa Nacional de Alto Rendimento."

Sobre o autor

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais.
Contato: ac@cossenza.org

Sobre o blog

Se é sobre tênis, aparece aqui. Entrevistas, análises, curiosidades, crônicas e críticas. Às vezes fiscal, às vezes corneta, dependendo do dia, do assunto e de quem lê. Sempre crítico e autêntico, doa a quem doer.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Saque e Voleio