Topo
Saque e Voleio

Saque e Voleio

Medvedev perde paciência e mostra dedo médio para torcedor no US Open

Alexandre Cossenza

30/08/2019 23h08

O russo Daniil Medvedev, número 5 do mundo, protagonizou cenas nervosas na noite desta sexta-feira, na terceira rodada do US Open. Depois de puxar a toalha das mãos de um boleiro e receber uma advertência do árbitro, o tenista recebeu fortes vaias do público e perdeu a paciência. Sua reação foi gesticular mandando um dedo médio para a torcida (veja no vídeo abaixo).

Após o gesto, as vaias aumentaram, mas isso não atrapalhou a atuação do russo no fim do primeiro set contra o espanhol Feliciano López. Medvedev fez um tie-break perfeito e fechou a parcial em 7/6(1).

A cena foi mostrada no telão, e Medvedev não foi advertido pelo gesto, mas o árbitro de cadeira, Damien Dumusois, deixou claro ao russo que viu o replay. Um oficial, porém, não pode punir um tenista baseado em imagens vistas no telão. Seria preciso que Dumusois testemunhasse o gesto "ao vivo" para aplicar uma advertência por conduta antiesportiva. Medvedev pode, contudo, ser punido após a partida após a organização do US Open analisar o VT.

Atualizado em 31 de agosto às 9h15min:

No fim, Medvedev saiu com uma vitória apertada por /6(1), 4/6, 7/6(7) e 6/4. Ele vai enfrentar o azarão Dominik Koepfer, #118 do mundo, que passou pelo qualifying e, na chave principal, já derrubou Jaume Munar (#97), Reilly Opelka (#42) e Nikoloz Basilahsvili (#18). O russo é favorito para avançar e encontrar Novak Djokovic ou Stan Wawrinka nas quartas de final.

Mas a polêmica não acabou no match point. Na entrevista pós jogo, ainda dentro de quadra, Medvedev resolveu aproveitar o momento e dar uma cutucada na torcida: "O que posso dizer é obrigado a vocês, caras, porque sua energia hoje me deu a vitória. Se vocês não estivessem aqui, eu provavelmente perderia porque estava tão cansado, tive cãibras ontem e estava muito difícil jogar. Então quero que todos vocês saibam que, quando vocês dormirem hoje, eu ganhei por causa de vocês."

O discurso foi seguido de mais vaias e gestos de Medvedev pedindo mais. Vejam no tweet abaixo:

E destaque para a última frase do russo, disparada sob vaias: "A energia que vocês estão me dando agora, caras, acho que será suficiente para minhas próximas cinco partidas. Quanto mais vocês fizerem isso, mais eu vou ganhar por vocês. Obrigado!"

Sobre o autor

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais.
Contato: ac@cossenza.org

Sobre o blog

Se é sobre tênis, aparece aqui. Entrevistas, análises, curiosidades, crônicas e críticas. Às vezes fiscal, às vezes corneta, dependendo do dia, do assunto e de quem lê. Sempre crítico e autêntico, doa a quem doer.