Topo
Saque e Voleio

Saque e Voleio

Após derrota para a Bélgica, momento é de reflexão

Alexandre Cossenza

2002-02-20T19:19:18

02/02/2019 19h18

Texto de Sylvio Bastos

No segundo dia de confronto, aquele ponto que para todos era tido como certo para o Brasil, acabou escapando. Em uma quadra aparentemente mais rápida que na sexta feira, os brasileiros tiveram muita dificuldade para jogar nos games de devolução, não conseguindo nenhum break point em todo o jogo. Do outro lado, os belgas Gille e Vliegen foram para o risco todo o tempo e acabaram tendo a recompensa com a vitória por 6/4 e 7/6(4).

No outro jogo, Thiago Monteiro jogou todo o tempo da mesma maneira, quase nenhuma variação, deixando o belga Coppejans muito tranquilo para fazer 6/3 e 6/4.

Depois dessa derrota em casa por 3/1, desperdiçando a chance de jogar a fase final da Copa Davis, em Madri, o momento talvez seja de reflexão. Avaliar ideias, decisões e, principalmente, os caminhos daqui para frente. Não acho que existam culpados, mas sempre depois de uma derrota como essa, importantes reflexões devem ser feitas.

Sylvio Bastos é comentarista do Fox Sports desde 2012 e técnico de tênis há 33 anos. Está em Uberlândia e, a convite de Alexandre Cossenza, escreveu sobre o duelo entre Brasil e Bélgica, válido pela Copa Davis

Sobre o autor

Alexandre Cossenza é bacharel em direito e largou os tribunais para abraçar o jornalismo. Passou por redações grandes, cobre tênis profissionalmente há oito anos e também escreve sobre futebol. Já bateu bola com Nadal e Federer e acredita que é possível apreciar ambos em medidas iguais.
Contato: ac@cossenza.org

Sobre o blog

Se é sobre tênis, aparece aqui. Entrevistas, análises, curiosidades, crônicas e críticas. Às vezes fiscal, às vezes corneta, dependendo do dia, do assunto e de quem lê. Sempre crítico e autêntico, doa a quem doer.