Saque e Voleio

Arquivo : podcast

Quadra 18: S03E03
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Rio Open, Brasil Open e o começo de Indian Wells. O podcast Quadra 18 demorou, mas finalmente está de volta, falando sobre um pouco de tudo que aconteceu nas últimas três semanas de tênis. Sheila Vieira, Aliny Calejon e eu discutimos assuntos “quentes” como os problemas físicos de Thomaz Bellucci, os wild cards para Maria Sharapova, a opção de Bruno Soares e Marcelo Melo por Acapulco em vez de São Paulo, o momento de Novak Djokovic, o futuro do Rio Open e até por onde anda o comentarista do SporTV Dácio Campos.

Para ouvir, basta clicar no player abaixo. Se preferia baixar para ouvir em casa, clique neste link com o botão direito do mouse e selecione “salvar como”.

Os temas

0’00” – Rock Funk Beast (longzijum)
0’15” – Sheila Vieira apresenta os temas
2’02” – A estreia de Bellucci contra Nishikori, e a dura adaptação do japonês
4’45” – Os problemas físicos de Bellucci contra Thiago Monteiro
5’48” – O quanto foi ruim enfrentar Monteiro logo após derrotar Nishikori
6’18” – O “surgimento” de Casper Ruud
7’50” – A história de Christian Ruud, pai de Casper, que enfrentou Guga e Meligeni
8’25” – O título sem ameaças de Dominic Thiem
10’53” – Por que Carreño Busta e Ramos Viñolas são pouco reconhecidos?
12’20” – A chave de duplas e o carisma de Jamie Murray
14’23” – Marcelo Melo e suas declarações sobre a parceria com Lukasz Kubot
19’00” – O primeiro Rio Open sem WTA foi melhor ou pior?
23’27” – Pablo Cuevas, o título do Brasil Open e a chuva interminável
25’53” – Os problemas físicos e a falta de motivação de Thomaz Bellucci
27’08” – Por que tenista são “julgados” quando entram em quadra mal fisicamente?
28’45” – A boa chave do Brasil Open apesar da péssima data no calendário da ATP
30’17” – O título de Rogerinho e André Sá, e a ascensão de Demoliner nas duplas
32’47” – André Sá voltará a jogar com Leander Paes?
33’50” – A opção de Bruno e Marcelo por jogam em Acapulco em vez de São Paulo
37’08” – O bairrismo Rio-São Paulo
38’00” – Comparando Guga no Sauípe e Bruno/Marcelo em Acapulco
39’38” – Under the Bridge (Red Hot Chilli Pepers)
40’10” – Indian Wells e o quadrante com Djokovic, Delpo, Nadal, Federer, Kyrgios e Zverev no mesmo quadrante
42’40” – O mantra “o que está acontecendo com Djokovic?”
44’50” – Nadal em Acapulco, Murray e Federer em Dubai
46’21” – “Eu espero dignidade de Marin Cilic”
47’37” – Quem ganha o Masters de Indian Wells? Hora dos palpites!
48’43” – É justo Sharapova receber convites após a suspensão por doping?
55’18” – Serena Williams, mais uma lesão e como a chave mudou sem ela
57’37” – Palpites: quem é a favorita para o WTA de Indian Wells?
59’10” – A chave de Djokovic pode fazer ele atuar como Serena no AO 2017?
59’38” – A falta de público no Rio Open é culpa da organização ou da falta de tradição brasileira no tênis?
61’20” – O Brasil Open soluciona problemas melhor do que o Rio Open?
61’44” – Por onde anda Dácio Campos? Ele vai comentar Indian Wells?
62’37” – Kerber voltará dignamente ao #1? Veremos evolução no jogo dela?
63’45” – Há alguma chance de Melo não completar a temporada com Kubot?
63’57” – O Rio Open pode virar Masters 1000? Qual a chance de virar piso duro?
66’45” – Os valores de ingressos em Rio e SP valeram pelos atletas que vieram e pelo tênis jogado?

Importante:

– Tivemos problemas de som no meu áudio durante a gravação. Por isso, algumas das minhas falas estão incompletas. Pedimos desculpas, mas os cortes no meu áudio só foram percebidos durante a edição.


Quadra 18: S02E16
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Andy Murray derrotou Novak Djokovic, conquistou o ATP Finals e termina o ano como número 1 do mundo. Nas duplas, Bruno Soares e Jamie Murray são a dupla número 1 da temporada. Após o torneio de fim de ano da ATP, Aliny Calejon, Sheila Vieira e eu batemos mais um papo no podcast Quadra 18 e falamos sobre simples e duplas, oferecendo respostas para várias perguntas de nossos ouvintes.

Djokovic continuará vulnerável? O #1 pesará muito para Murray? Federer e Nadal voltarão a brilhar em 2017? Raonic algum dia vai conquistar um Slam? Quais as chances de Bruno Soares também ser #1 no ranking individual de duplas? Quer saber o que a gente acha disso tudo? Para ouvir, basta clicar no player abaixo. Se preferir baixar e ouvir depois, clique com o botão direito do mouse neste link e selecione “salvar como”.

Os temas

0’00” – Rock Funk Beast (longzijum)
0’16” – Sheila Vieira apresenta os temas
1’40” – A importância dos nomes que Andy Murray derrubou no ATP Finals
2’15” – Como o grupo de Djokovic era mais fraco
5’06” – Qual o real peso do Lendl sobre as atuações do Murray?
7’04” – Nole mostrou uma atitude melhor na fase de grupos e na semifinal?
9’42” – Devemos nos acostumar com o Djokovic vulnerável do 2º semestre?
11’02” – Meligeni e a história do “guru” de Djokovic que abraçava árvores
12’05” – Hábitos esportivos da Sheila e comentários aleatórios sobre quadribol
14’06” – Na briga pelo #1, Djokovic x Murray finalmente será uma rivalidade?
14’58” – Federer e Nadal vão voltar a brigar em 2017? E o tal implante de Nadal?
16’02” – Murray vai ter cabeça para seguir no topo?
17’17” – Raonic como #3 e Wawrinka como #4
18’50” – Raonic vai ficar sempre no quase ou vai além disso?
19’51” – Será que agora os fãs de tênis vão finalmente respeitar Raonic?
21’40” – Black Hole Sun (Ramin Djawadi)
22’05” – O título de Kontinen e Peers e o número 1 de Bruno e Jamie
23’15” – Como o jovem Henri Kontinen subiu meteoricamente no circuito de duplas
27’04” – Quais as chances de Bruno ser #1 no ranking individual de duplas?
27’48” – É mais importante ser o maior duplista ou estar na melhor dupla?
28’40” – Dodig e Melo: a campanha no Finals e o resumo dos 5 anos de parceira
31’28” – IPTL: o que esperar?


Quadra 18: S02E15
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Andy Murray é o novo número 1 do mundo, encerrando o terceiro reinado de Novak Djokovic, que durou incríveis 122 semanas. Por isso, Sheila Vieira, Aliny Calejon e eu gravamos mais podcast Quadra 18. No episódio desta semana, falamos sobre os momentos mais importantes da arrancada do escocês, lembramos dos trechos que marcaram sua carreira até agora e comentamos como ficou o cenário para o ATP Finals, onde o sérvio pode retomar a liderança do ranking.

Também comentamos o silêncio de Djokovic nas redes sociais e a repercussão desse comportamento, além das influências de Judy e Jamie Murray, Jamie Delgado e, claro, Ivan Lendl. Para ouvir, basta clicar no player abaixo. Se preferir baixar e ouvir mais tarde, clique neste link com o botão direito do mouse e, em seguida, selecione “salvar como”.

Os temas

0’00” – Rock Funk Beast (longzijum)
0’19” – Aliny apresenta os temas murrayzetes
2’25” – Que momento deixou claro que Murray brigaria pelo número 1?
7’52” – O que Murray e Djokovic precisam fazer no ATP Finals?
10’06” – Quem fez a melhor temporada até agora: Djokovic ou Murray?
11’25” – A repercussão nas redes sociais e o respeito que Murray tem dos tenistas
12’24” – Por que Djokovic não se manifestou nas redes sociais?
14’33” – Sheila fala sobre como redes sociais julgam pessoas sem critério
16’50” – Momentos marcantes da carreira de Andy Murray
23’43” – Os méritos de Judy Murray, Jamie Delgado e Jamie Murray
29’52” – A influência discreta e invejável de Ivan Lendl


Quadra 18: S02E12
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Stan Wawrinka derrubou Novak Djokovic mais uma vez, Angelique Kerber tomou posto de #1 das mãos de Serena Williams e Bruno Soares conquistou mais um título em um torneio do Grand Slam. Não faltou assunto neste episódio do podcast Quadra 18. Sheila Vieira, Aliny Calejon e eu conversamos sobre um pouco de tudo que aconteceu no US Open, desde a polêmica do pé sangrando de Djokovic até a “carta fantasma” de Wozniacki.

O programa ainda tem áudios especiais enviados por Bruno Soares após sua conquista, além de análises táticas, surpresas e decepções, exercícios bem humorados de “futurologia” e uma indagação curiosa sobre a Bel Pesce do tênis. Quer ouvir? É só clicar no player acima. Se preferir baixar e ouvir depois, clique neste link com o botão direito do mouse e selecione a opção “salvar como”.

Os temas

0’00” – Aliny apresenta os temas
01’00” – O quinto título de Slam de Bruno Soares
01’33” – Bruno e Marcelo causam divisão no podcast
02’45” – Os motivos do sucesso de Bruno Soares e Jamie Murray
06’08” – Bruno Soares fala da preparação e da dura estreia no US Open
08’00” – O tenso confronto de oitavas contra André Sá e Chris Guccione
09’13” – “Eu me identifico com o Guccione”
11’54” – Como Carreño Busta e García López chegaram na final
13’28” – Bruno Soares fala da sensação de ter cinco títulos de Slam no currículo
14’40” – Bruno Soares fala sobre a intenção de brigar para ser #1 do mundo
15’02” – As campanhas dos outros brasileiros na chave de duplas
17’50” – “Marcelo deve insistir na parceria com Dodig para 2016?”
20’15” – Quem seria um novo bom parceiro para Marcelo Melo?
22’58” – Don’t Lose My Number (Phil Collins)
23’45” – Wawrinka e seu terceiro título em um torneio do Grand Slam
24’00” – “Só falta Wimbledon mudar para o saibro!”
24’30” – Como explicar as 11 vitórias seguidas em finais de Stan Wawrinka?
25’55” – Uma semelhança entre Stan Wawrinka e Thomaz Bellucci
28’05” – O nível de Djokovic na final e a questão física
29’30” – O que vai ser da ATP? Djokovic terá seu #1 ameaçado?
31’15” – O momento de Rafael Nadal
32’25” – Stan pode fechar o Career Slam? E Bruno Soares?
35’15” – Stan vai manter a meta de um Slam por ano ou é melhor deixar a meta aberta e dobrar depois?
36’10” – Ouvinte: Wawrinka já é maior que Murray e Wawrinka?
39’05” – Djokovic acertou no plano de jogo na final do US Open?
42’15” – Opiniões sobre a polêmica do pé sangrando de Djokovic
46’54” – Djokovic precisa de um tempo parado para tratar as questões físicas?
47’30” – Djokovic estará no Rio Open em 2017? E Andy Murray?
48’53” – Andy Murray decepcionou no US Open?
52’21” – Rafael Nadal, sua eliminação
55’14” – Nadal teria sentido pressão na derrota contra Pouille?
56’00” – Raonic e Cilic, as grandes decepções do torneio masculino
58’13” – Monfils foi antiesportivo na partida contra Novak Djokovic?
60’21” – Monfils, o homem mais sortudo de 2016 e sua chave no US Open
62’04” – O título juvenil nas duplas de Felipe Meligeni
62’50” – Sheila e Cossenza contam histórias com Fernando e Felipe Meligeni
66’23” – Send Me An Angel (Scorpions)
66’54” – O título de Angelique Kerber
67’55” – Cossenza enumera as qualidades da campeã: “Virei fã da Kerber”
69’33”- Kerber como uma evolução de Wozniacki
70’30” – Angelique Kerber vai se manter como número 1 por algum tempo?
72’25” – O que fez Karolina Pliskova finalmente ir longe em um Slam?
75’15” – Acabou a era de domínio de Serena Williams?
76’34” – Patrick Mouratoglou paga para treinar Serena Williams?
78’18” – “Seria Patrick Mouratoglou a Bel Pesce do tênis?”
79’05” – Garbiñe Muguruza, a decepção do torneio feminino
80’18” – Ana Konjuh e Caroline Wozniacki, as surpresas do US Open
82’40” – A “carta fantasma” de Caroline Wozniacki
84’25” – Wozniacki voltará a ser um nome relevante na WTA?
87’30” – Angels (Robbie Williams)

Crédito musical

A faixa de abertura é chamada “Rock Funk Beast”, de longzijum.


Quadra 18: S02E11
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Os Jogos Olímpicos Rio 2016 mal acabaram, e o US Open já está aí batendo à porta, sem deixar ninguém descansar e mantendo lá no alto a temperatura do mundo do tênis. Por isso, o episódio desta semana do podcast Quadra 18 é uma pizza metade Rio 2016, metade US Open. Quer dizer, sendo bem sincero mesmo, a divisão ficou 2/3 Errejota, 1/3 Nova York, o que é muito justo já que o torneio olímpico de tênis foi melhor do que muito Slam.

Neste episódio, Sheila Vieira, Aliny Calejon e eu lembramos dos melhores momentos dos Jogos Rio 2016 e compartilhamos episódios emocionantes e curiosos vividos na Cidade Maravilhosa, mas não deixamos de lembrar como está desenhado o cenário pré-US Open. Quer ouvir? É só clicar neste link. Se preferir baixar e ouvir depois, clique com o botão direito do mouse e selecione a opção “salvar como”.

Os temas

0’00” – Cossenza apresenta os temas
1’55” – O torneio olímpico de tênis foi tão marcante quanto um Slam?
5’31” – Os duplistas mineiros no torneio olímpico
7’38” – A boa chance de medalha para Melo e Soares
10’00” – A chave que se abriu sem Herbert/Mahut e Cabal/Farah
13’00” – A medalha que escapou de Daniel Nestor
13’40” – O nível altíssimo de André Sá nos Jogos Olímpicos
15’20” – A inesperada campanha de Thomaz Bellucci até as quartas
17’44” – Del Potro x Djokovic foi o melhor jogo do torneio?
21’15” – A inteligência do jogo agressivo e do slice de Del Potro
23’13” – Djokovic: a sintonia com o público brasileiro, as lágrimas, o que significou a derrota e o que pode vir a acontecer em Tóquio 2020
26’02” – O mistério sobre a lesão de Djokovic antes do US Open
27’30” – Nadal: a maratona, a medalha, as reclamações e o comprometimento
31’50” – Murray: o favoritismo, a obrigação e os (muitos) dramas
34’03” – Mónica Puig e a medalha de ouro na chave feminina
38’10” – As derrotas de Serena e Muguruza, maiores surpresas do torneio
39’09” – O pódio feminino e o “espírito de Fed Cup”
41’05” – O ouro olímpico seria o começo de uma arrancada de Mónica Puig?
44’05” – A loucura do estádio olímpico vibrando com Kirsten Flipkens
44’55” – Serena e Venus decepcionaram?
47’10” – Os resultados de Teliana e Paula Gonçalves no Rio
48’48” – A bolada de Martina Hingis em Andrea Hlavackova
51’30” – O ouro das “brunetes” Makarova e Vesnina
52’58” – O momento de Cossenza com Leander Paes
57’06” – A pergunta mais importante: quem pegou zika?
58’13” – Música em homenagem a Mónica Puig
58’50” – O comportamento da torcida: brasileiros acertam quando vaiam?
66’25” – Os encontros olímpicos de Aliny Calejon com Marin Cilic e Horia Tecau
73’10” – Os encontros de Cossenza e Sheila com Robin Soderling
74’00” – Outros esportes que vimos nos Jogos Rio 2016
77’21” – O drama de Sheila para ver Usain Bolt
82’21” – Engenhão à meia-noite: Cossenza “recomenda”
84’20” – Por que os episódios do podcast Quadra 18 são tão longos?
86’37” – Empire State of Mind (Jay Z featuring Alicia Keys)
87’11” – O US Open e suas novidades como o teto retrátil e a Grandstand
87’50” – Chave masculina está mais indefinida do que nos últimos Slams?
90’51” – A briga entre Serena e Kerber pelo posto de #1 do mundo
92’00” – Recordes que Serena pode bater nas próximas semanas
95’45” – O que esperar dos brasileiros nas duplas?
99’25” – As chances de Marcelo Melo voltar ao topo do ranking após o US Open
102’37” – Carry Me (Kygo featuring Julia Michaels)


Quadra 18: S02E08
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

O Career Slam, o Nole Slam, o Golden Slam e tudo mais que envolve os feitos que Novak Djokovic já alcançou e ainda pode alcançar; o título de Garbiñe Muguruza e o momento de Serena Williams; a (mais uma!) decepção com a organização de Roland Garros; a participação brasileira em Paris; o novo número 1 nas duplas; quem já está garantidos nos Jogos Olímpicos; e o coração de Guga desenhado pelo número 1 do mundo no saibro da Quadra Philippe Chatrier.

É muito assunto para o podcast Quadra 18, então Aliny Calejon, Sheila Vieira e eu preparamos um programaço de quase 1h30min respondendo questões de vários ouvintes e batendo aquele papo descontraído sobre tênis que vocês já conhecem bem. Quer ouvir? É só clicar neste link. Se preferir baixar e ouvir depois, clique com o botão direito do mouse e selecione a opção “salvar como”.

Os temas

0’00” – Aliny Calejon apresenta os temas
1’39” – Novak Djokovic e sua campanha em Roland Garros
3’33” – O comportamento mais comedido do sérvio na final
6’30” – A comemoração com o coração de Guga no saibro da Chatrier
7’55” – A reverência por um ídolo brasileiro e a dimensão de Guga no tênis
8’51” – Djokovic é puro carisma ou é tudo jogada de marketing?
12’52” – Se Guga jogasse hoje, seria chamado de marqueteiro?
13’45” – Cossenza perde a paciência com Cincinnati
14’50” – A expectativa enorme e como Djokovic vai encarar Wimbledon
16’00” – Djokovic vai alcançar as 302 semanas do Federer como #1?
16’50” – O que é mais difícil: as 302 semanas, 4 Slams no mesmo ano, os 17 Slams ou receber o dinheiro que o Rio de Janeiro está devendo?
18’20” – Veremos outro jogador fechar o Career Slam tão cedo?
19’10” – O domínio de Djokovic é maior hoje do que o domínio de Federer e Nadal em seus respectivos auges?
20’58” – Os títulos que faltam a cada um do Big Four
23’07” – A ausência de Rafael Nadal pode mudar a maneira de ver o título de Djokovic em Roland Garros?
24’10” – Quanto uma dominância assim é ruim para o tênis?
26’46” – Djokovic começou a ganhar RG na derrota contra Vesely em MC?
27’40” – O quanto Boris Becker ajudou Djokovic?
32’45” – Alguns anos atrás, Djokovic perdia finais, mas dava mostras do que estava por vir. Murray dá esses mesmos sinais de que pode chegar a número 1?
34’25” – O possível “Silver Slam” de Andy Murray
35’43” – A Ausência de um técnico principal prejudicou Murray em RG?
36’35” – Os desempenhos de Wawrinka, Thiem, Nadal e Federer
42’07” – Dominic Thiem vai ser número 1 do mundo?
43’00” – Paris (Friendly Fires)
43’30” – A campanha de Garbiñe Muguruza até o título
47’05” – O que Serena poderia/deveria ter feito de diferente na final?
48’45” – Lesão ou idade? O que teria incomodado mais Serena na decisão?
50’06” – Muguruza tem mais potencial que Halep/Bouchard/Bencic?
53’17 – As surpresas e decepções: Bertens, Rogers, Kerber, Vika e Halep
57’50” – A expectativa para a temporada de grama
59’30” – Roland Garros sai com o filme queimado?
63’25” – Não Aprendi a Dizer Adeus (Leandro e Leonardo)
64’05” – O que aconteceu na chave de duplas
65’03” – A campanha e os méritos de Feliciano e Marc López
66’00” – O resultado de Marcelo Melo e Ivan Dodig
68’40” – As campanhas de Bruno Soares e André Sá
69’20” – O carrasco Leander Paes de legging
72’35” – Nota de repúdio de Alexandre Cossenza
73’30” – Nicolas Mahut, o novo duplista número 1 do mundo
74’37” – O novo ranking e a classificação olímpica
77’50” – As derrotas de Bellucci e Rogerinho
80’07” – Teliana Pereira e o duelo com Serena Williams
81’20” – Orlandinho, vice juvenil nas duplas, deveria ainda estar entre os juvenis?
82’30” – Que tenista atual tem estilo de jogo mais parecido com o Guga?
83’30” – Perguntas e respostas sobre a transmissão de RG na TV brasileira.
87’40” – Paris (Magic Man)

Créditos musicais

A faixa de abertura é chamada “Rock Funk Beast”, de longzijum. Em seguida, entram Paris (Friendly Fires), Não Aprendi a Dizer Adeus (Leandro e Leonardo) e Paris (Magic Man). O pequeno trecho durante os comentários sobre Alexander Peya é da canção Hier Kommt Alex (Die Toten Hosen).


Quadra 18: S02E02
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Os dois títulos de Bruno Soares, a inesperada (para os outros) conquista de Angelique Kerber e a mais do que esperada campanha de Novak Djokovic no Australian Open são os assuntos do segundo episódio do podcast Quadra 18 em 2016. No programa, Aliny Calejon, Sheila Vieira e eu lembramos de nossos palpites e comentamos o que rolou de mais interessante nas duas semanas.

O podcast tem áudios exclusivos de Bruno Soares, que falou ao Quadra 18 logo depois de vencer o título nas mistas. O mineiro fala de como aconteceu a virada na final de duplas, conta sua “madrugada muito louca” entre as duas decisões e fala do que tudo significa para o tênis brasileiro.

Para ouvir, basta clicar no player acima. Se preferir fazer o download do episódio para ouvir mais tarde, clique neste link com o botão direito do mouse e, depois, em “salvar como”.

Os temas

0’10” – Lembrança dos palpites do episódio anterior
1’00” – Aliny, Sheila e Cossenza comentam o título de Bruno Soares
4’30” – Bruno comenta a sensação pós-título de duplas e a busca do ouro olímpico
6’30” – Aliny fala de como as duplas carregaram o tênis brasileiro nos últimos anos
8’15” – A campanha de Bruno Soares e Jamie Murray
12’10” – Bruno conta como aconteceu a virada na final de duplas
13’40” – Sheila fala de como Bruno foi impecável nos últimos games
16’10” – Bruno fala de sua “madrugada muito louca” depois da final de duplas
18’00” – Felicidade e simpatia de Elena Vesnina
20’00” – Cossenza: “Cafeína não é proibida pela Agência Mundial Antidoping”
21’00” – A emoção de Jamie Murray, sua evolução e o primeiro título de Slam
23’40” – Pergunta: “Alguma dupla já ganhou Slam com tão pouco tempo?”
25’35” – “Nas últimas 24h, Bruno ganhou mais Slams do que Federer em 5 anos”
26’20” – Pergunta: “O que dizer a quem desvaloriza os Slams de duplas porque Nadal, Federer e Djokovic não jogam?”
27’50” – Pergunta: “Por que #Santina domina tanto as duplas femininas?”
32’00” – Mineirinho (SPC)
32’40” – Início “o bloco da Kerber”
33’05” – O match point salvo na primeira rodada
35’45” – Sheila: “Kerber fez a cartilha oficial de como ganhar da Serena”
40’35” – Cossenza: “Vejo a Kerber como o equivalente do Ferrer na WTA”
41’35” – Pergunta: “Kerber é mais uma campeã de um Slam só?”
44’20” – O “jejum” de Serena é o começo do fim?
45’30” – Sharapova e Azarenka decepcionaram?
50’25” – Quem decepcionou mais? Halep ou Muguruza?
53’40” – Johanna Konta vai emplacar ou só pegou uma chave aberta?
54’50” – “Vou torcer contra só pelos trocadilhos”
56’25” – Fazendeiro (SPC)
57’00” – Início do “bloco do Djokovic”
58’05” – Sheila: “Ele está jogando melhor agora do que no ano passado”
58’35” – “O que ele fez com Federer nos dois primeiros sets é caso de cadeia”
60’40” – Pergunta: “Quem tem mais chance de derrotar Djokovic em um Slam?”
62’20” – Sheila: “Deveriam jogar Federer e Murray na mesma quadra contra ele”
63’10” – Djokovic vai fazer o Golden Slam?
66’45” – Pergunta: “Qual o próximo Slam em que Djokovic vai perder?”
67’50” – Murray merece desconto pela expectativa do nascimento do filho?
69’05” – Pergunta: “A presença na final de duplas afetou Andy contra Nole?”
70’15” – “O que acontece com Federer nas fases finais dos Slams?”
70’50” – Pergunta: “O que Federer precisa fazer de diferente para bater Djokovic?”
72’00” – “Meu sonho é ver alguém jogar contra Djokovic só com lobs”
73’45” – “Jamie Murray é o melhor tenista para ganhar de Djokovic hoje”
74’00” – A campanha de Milos Raonic, um “Pete Sampras moderno”
78’45” – Nadal, o campeão da “Colher de Pau”
80’20” – “O melhor momento da carreira de Fernando Verdasco”
80’50” – Elogios e críticas à transmissão da ESPN

Créditos musicais

A faixa de abertura é chamada “Rock Funk Beast”, de longzijum. Em seguida, entram Mineirinho e Fazendeiro (SPC). A faixa de encerramento é Kill the Director (The Wombats).


Quadra 18: S02E01
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Se tem um Slam prestes a começar, tem uma edição do podcast Quadra 18 entrando no ar. O primeiro episódio da segunda temporada conta com a participação especial de Fernando Nardini, da ESPN, além de comentários de gente que sabe muito de tênis, como José Nilton Dalcim e Mário Sérgio Cruz, ambos do Tenisbrasil, e Fabrizio Gallas, do Tênis News.

Como sempre, Sheila Vieira, Aliny Calejon e eu comentamos as chaves do torneio, lembramos os resultados e confusões recentes e damos nossos palpites. Nardini, além de contribuir com ótimos comentários, explicou como é o trabalho de um narrador durante um torneio que acontece na madrugada brasileira e até contou um pequeno “causo” envolvendo Fernando Meligeni.

Para ouvir, basta clicar neste link. Se preferir, clique com o botão direito do mouse e, depois, em “salvar como” para baixar o episódio e ouvir mais tarde.

Os temas

0’00’’ – SportsCent… Opa!
0’30’’ – Sheila dá as boas vindas
1’00’’ – Sheila apresenta Fernando Nardini, que participou da gravação
1’20’’ – Nardini conta momento de bastidores
2’35’’ – José Nilton Dalcim fala sobre a sorte de Djokovic e a chave masculina
5’10’’ – A gravidez de Kim e a cabeça de Andy Murray na Austrália
5’55’’ – Sheila sobre Andy e a gravidez: “Duas coisas me irritam nessa situação”
8’20’’ – “Se Murray se concentrar, é candidatíssimo a se isolar como mais absoluto vice-campeão na Austrália”
9’10’’ – Fabrizio Gallas avalia a polêmica de Barnard Tomic em Sydney
12’45’’ – Sheila critica Mohamed Lahyani
13’40’’ – Aliny lembra as críticas de Todd Woodbridge
14’50’’ – Dalcim fala sobre a imprevisibilidade da chave feminina
16’25’’ – Nardini lembra do perigo de Bouchard para Agnieszka Radwanska
18’00’’ – Cossenza explica (e questiona!) o favoritismo de Azarenka
19’30’’ – Sheila (Aliny concorda): “Eu temo mais a Kerber do que a Muguruza”
20’50’’ – Mário Sérgio Cruz avalia o status e o caminho de Serena Williams
23’35’’ – Nardini: “Nem o pai da Camila Giorgi acredita na primeira rodada”
24’00’’ – Sheila: “Eu odeio ela”
24’25’’ – “Quem nunca deu um calote na vida?”
24’55’’ – Mário Sérgio fala das chances de Kerber e põe Azarenka como favorita
29’00’’ – Cossenza avalia que o calor pode “bagunçar as expectativas”
32’40’’ – Mário Sérgio fala dos jovens que enfrentarão Djokovic e Murray
35’15’’ – Nardini e Cossenza falam das chances de Borna Coric; Aliny reclama
37’00’’ – “O útero sagrado”
37’55’’ – Emoticons (The Wombats)
38’20’’ – Os brasileiros no Australian Open
38’50’’ – Gallas fala sobre a sorte de Thomaz Bellucci na chave
40’45’’ – Nardini e Cossenza festejam a chave de Bellucci
42’20’’ – Cossenza fala sobre a curiosa falta de vitórias brasileiras na Austrália
45’25’’ – Gallas avalia a chave nada simples para Teliana Pereira
50’10’’ – Nardini: “O joelho da Teliana vai sofrer com a Niculescu”
50’20’’ – Cossenza lembra episódio de Teliana x Niculescu em Bucareste
51’35’’ – Aliny fala do momento dos principais duplistas
54’40’’ – Aliny: “Quem vem forte é Bopanna/Mergea”
55’20’’ – Nardini: “Não era hora de Bruno e Marcelo estarem jogando juntos?”
55’21’’ – Aliny se irrita. Todos riem.
58’50’’ – Sheila, Aliny, Nardini e Cossenza dão seus palpites
69’30’’ – Nardini fala dos bastidores da transmissão do Australian Open
77’10’’ – Cossenza: “Conta uma fofoca do Fino?”
67’35’’ – Nardini explica o lanche do McDonald’s para Meligeni

Créditos musicais

Além das faixas da ESPN, o podcast tem a tradicional “Rock Funk Beast”, de longzijum, Emoticons (The Wombats) e Ana’s Song (Silverchair).


Quadra 18: S01E21
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Depois de oito meses de polêmicas, comentários, entrevistas e muita diversão, o podcast Quadra 18 chega a seu season finale, o último episódio de sua primeira temporada. Nesta semana, Sheila Vieira, Aliny Calejon e eu fazemos um balanço do que rolou de mais legal no programa em 2015.

O episódio lembra dos melhores momentos do ano e revela um pouco do processo de criação do Quadra 18. Falamos muito sério sobre feminismo, recordamos o “aposentômetro” do antigo blog da Sheila e demos prêmios nada sérios de fim de ano. Ah, sim: o episódio termina com um clipe de erros de gravação. Divirtam-se!

Para ouvir, basta clicar no player acima. Se preferir baixar o episódio, clique neste link com o botão direito do mouse e, depois, em “salvar como”.

Os temas

Este post será atualizado em breve com a lista de assuntos abordados.

Créditos musicais

A faixa de abertura é chamada “Rock Funk Beast” (longzijum). Em seguida, entram All Alone on Christmas (Darlene Love), It’s Christmas Time Again (Backstreet Boys), Christmas Lights (Coldplay) e All I Want For Christmas Is You (Mariah Carey).


Quadra 18: S01E18
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Novak Djokovic venceu mais um torneio, Marcelo Melo venceu mais um torneio, e o podcast Quadra 18 está de volta com mais um episódio, falando também sobre o WTA Finals, a aposentadoria de Flavia Penneta, o momento heroína de Serena Williams e o curioso caso da conta hackeada de Caroline Wozniacki.

Para ouvir, clique no player acima. Se preferir, clique aqui com o botão direito do mouse e depois em “salvar como” para fazer o download do arquivo e ouvir depois. E divirta-se!

Os temas

0’47” – Explicamos a ausência momentânea da Aliny
1’26” – Djokovic vence de novo, mas sem jogar tão bem antes da final
6’00” – Sérvio é o favorito absoluto do Finals, mas Cossenza acha que Federer é o segundo candidato
6’45” – A campanha de Murray, já focado na Davis, em Paris
8’04” – Cossenza explica por que Federer é o segundo candidato ao Finals e fala de como as pessoas estão ajustando suas expectativas em relação ao Nadal
13’19” – Os “outros” do Finals
14’26” – Aliny comenta o line-up do Finals nas duplas e como Dodig/Melo tirou Peya/Soares e Pospisock do torneio
16’32” – Aliny fala dos jogadores que estão mal fisicamente e dos estreantes no torneio
17’42” – Aliny acredita que favoritismo no Finals é sim de Dodig/Melo e avalia qual dupla pode surpreender
20’13” – Pergunta: “Qual formação vocês gostariam de ver nos grupos do Finals?”
22’06” – Pergunta:  “Acham que o barulho que fizeram abriu os olhos do Sportv pra passar a final do Marcelo?”
24’02” – Cossenza fala sobre como poderia ter sido melhor a transmissão
28’14” – Radwanska surpreende e vence o WTA Finals
32’10” – Halep e Kerber decepcionaram no torneio
33’09” – “E tem gente que acha que amizade não dá frutos no circuito…”
33’30” – Aposentadoria da Pennetta, abraço de Sharapova
34’18” – “Não via tanto contato físico da Sharapova desde as primeiras fotos com o Dimitrov”
35’15” – Pergunta: “Seria interessante uma troca de treinador para Kvitova?”
38’44” – Venus é campeã do “Finals Série B” e volta ao top 10
43’35” – O causo da “heroína” Serena Williams e o celular roubado
46’18” – Bouchard printa mensagens de Wozniacki e constrange todo mundo no Twitter
51’26” – Sheila canta o hit “Oxygen”
51’44” – Prévia da final da Fed Cup e a participação de Sharapova
53’35” – “Sharapova campeã da Fed é um conceito muito engraçado para eu não apoiar”
53’55” – “Sempre torço contra pessoas que defendem seus países por conveniência”
55’07” – Caroline Wozniacki canta “Oxygen”
55’50” – “Quem vai parar Djokovic? Não é chato quanto um tenista atinge esse nível tão acima dos outros?”
58’38” – “A safra argentina parou de produzir bons tenistas nestas ultimas temporadas?”
61’02” – “Acho que o Finals vai ser um fiasco. Qual a opinião de vocês?”
64’56” – Frases: “Big 4 é amor” e “Só seria melhor se tivesse briga”
65’30” – “Quem é Messi, quem é CR7 e quem é Neymar do tênis hoje?”
68’40” – Cossenza pergunta: “Quem perde a primeira, Marcelo ou Djokovic?”
69’11” – Tributo a Aliny Calejon

Créditos musicais

A faixa de abertura é chamada “Rock Funk Beast”, de longzijum. Nos outros intervalos, entram “Hang For Days” (YouTube audio library), “Oxygen” (Caroline Wozniacki) e “Game Set Match” (YouTube audio library).


Quadra 18: Especial Marcelo Melo #1
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Marcelo Melo é oficializado como duplista número 1 do mundo nesta segunda-feira, e o podcast Quadra 18 tem uma edição especial só para homenageá-lo. Com depoimentos do próprio Marcelo, do sr. Paulo Ernane (pai), de Daniel Melo (irmão e técnico), além de Bruno Soares, André Sá, Márcio Torres, Ricardo Acioly, Felipe Lemos e Thomaz Bellucci (sim, essa gente toda falou ao podcast), o programa desta semana revê as partes mais importantes da carreira do mineiro, releva características curiosas da personalidade do novo #1 e aborda os elementos que o levaram ao topo do ranking.

Aliny Calejon, Sheila Vieira e eu comandamos o programa, mas apenas como coadjuvantes. O brilho fica por conta de Marcelo e seus colegas, conterrâneos, parentes e treinadores. Clique no player acima para ouvir e fazer parte da homenagem que o podcast e todos convidados especiais fazem ao novo número 1 do mundo. Se preferir fazer o download do podcast para ouvir depois, basta clicar neste link com o botão direito do mouse e, depois, em “salvar como”.

Os temas

Primeiro bloco: arrancada e infância
0’00” – Best Day Of My Life, American Authors + Aliny apresenta o podcast
1’07” – O som da girafa
1’39” – Cossenza e Sheila comentam o que terá no programa
3’54” – “Vou pedir pro Marcelo procurar emprego pra mim”
4’09” – Aliny repassa a temporada do Marcelo
5’09” – Marcelo: “Depois de RG eu comecei a acreditar”
5’36” – O número 1 com vários parceiros
6’22” – Marcelo fala sobre como escolhe seus parceiros
6’57” – Lista de façanhas dos Bryans, “os caras que o Marcelo tirou do topo”
8’36” – Cossenza compara a temporada do Marcelo com o 2013 de Bruno Soares
10’00” – Marcelo revela quais são suas próximas metas
11’08” – Hora de falar do “mini Marcelo”
11’52” – Seu Paulo Ernane, o Papa Melo: “Com 3 anos de idade, já ia pra quadra de velotrol chupando bico”
14’00” – Marcelo revela: “O Bruno, eu sempre dava uma coça nele”
15’13” – Bruno Soares diz que a história não é bem assim
17’10” – Paulo Ernane fala sobre o ‘paitrocínio’ e a garra de Marcelo pedindo dinheiro por fax
19’04” – Bruno: “o Marcelo desde pequeno correu demais atrás”
21’06” – Cossenza fala sobre sua relação com Marcelo
21’57” – Um brinde aos introvertidos
23’40” – Clocks, Coldplay

Segundo bloco: transição e sucesso
24’50” – Sheila repassa a carreira de Marcelo em simples
26’08” – Márcio Torres fala sobre a viagem para a Europa que mudou a carreira de Marcelo
29’55” – Pardal fala sobre o momento em que Marcelo comunicou a decisão de virar duplista e chorou
32’42” – Daniel explica por que Marcelo seria um bom duplista
33’36” – Bruno conta história do Future em que eles acordaram a 15 min da final
36’00” – A parceria Melo/Sá e a semifinal de Wimbledon em 2007
38’30” – Mais stats de Melo/Sá
39’15” – André Sá fala sobre seu papel de mentor de Marcelo
41’39” – André conta história de quando Marcelo “arregou” na hora de falar inglês no estádio Louis Armstrong
44’16” – Cossenza relembra o caso de doping e a suspensão de Marcelo
45’54” – Daniel fala o que eles aprenderam com a situação
47’22” – Aliny repassa a era Melo/Soares
48’26” – Marcelo comenta a parceria e como a separação deu certo para ambos
50’56” – Bruno: “Na minha opinião, foi muito cedo”
53’23” – Geronimo, Sheppard

Terceiro bloco: histórias de amigos 
54’14” – Apresentação do bloco
54’37” – Thomaz Bellucci: ‘Ele é um grande parceiro’
56’39” – Cossenza conta a história de Marcelo defendendo Bellucci no Sauípe e Rogerinho na Copa Davis
59’29” – Bellucci conta suas aventuras com Marcelo no Rock Band
60’46” – Felipe Lemos fala sobre o Marcelo pão duro: “Ele dorme com a roupa do patrocinador”
63’14” – Mais Felipe: “Ele é muito devagar. Come quietíssimo”
64’24” – “Vamos ver o lado positivo? O Marcelo nunca foi suspenso do Flamengo”
65’23” – Depoimento final do Papa Melo: “Ele merece pela luta, pelo empenho, pelo bom menino que é. É emocionante”
66’53” – Agradecimos e despedidas

Créditos musicais

As músicas deste episódio foram escolhidas pelo próprio Marcelo Melo. A faixa de abertura é “Best Day of my Life” (por que será, né?), da banda American Authors. A segunda é “Clocks” (Coldplay), e a terceira é “Geronimo” (Sheppard).


Quadra 18: S01E16
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

As duas semanas incríveis de Marcelo Melo e sua ótima chance de se tornar número 1 do mundo; a (ainda) fantástica temporada de Novak Djokovic, que atropelou todo mundo em Pequim e Xangai; e a confusa corrida pelas últimas vagas do WTA Finals são os assuntos do podcast Quadra 18, que voltou e está mais animado do que nunca depois de seu período de férias pós-US Open.

Com trilha sonora inspirada no Extremo Oriente, Sheila Vieira, Aliny Calejon e eu respondemos a perguntas do tipo “a temporada 2015 de Djokovic é a mais dominante da Era Aberta?”, falamos sobre o fim de temporada precoce (ou não) de Serena Williams, do processo de Genie Bouchard abriu contra o US Open, da evolução (ou não) de Rafael Nadal e seu estilo agressivo e também dos motivos pelos quais não houve transmissão de TV para a final de Marcelo Melo em Xangai.

Para ouvir, é só clicar no player acima. Se preferir fazer o download, basta clicar neste link com o botão direito do mouse e “gravar como”.

Os temas

0’00” – China Girl, David Bowie + Sheila faz a abertura do podcast
2’15” – Aliny comenta os títulos de Marcelo Melo em Tóquio e Xangai
6’15” – Por que não houve transmissão da final de Marcelo em Xangai
12’15” – Em números, o que Marcelo precisa para ser #1 do mundo
16’20” – As chances de Bruno Soares alcançar o ATP Finals
21’05” – Ouvinte pergunta: “Qual o sabor de pizza preferido de vocês?”
22’35” – O dilema do catchup na pizza
24’10” – Princess of China, Coldplay feat. Rihanna + análise musical da Sheila
25’45” – O momento “absurdo” de Djokovic
29’11” – Ouvinte pergunta: “Vocês já viram temporada mais dominante?”
29’47” – “Esse podcast é muito Federete”
29’50” – Sheila compara Djokovic/2015 com Federer/2006
37’10” – “Todo mundo sabe que na verdade o podcast é Murrayzete”
37’45” – A vantagem de mais de 8 mil pontos no ranking
39’45” – Ouvinte pergunta: “Djokovic termina o ano com o título do Finals?”
42’10” – Nadal: as boas campanhas que terminaram de forma decepcionante
45’25” – “Nadal faz certo em adotar esse jogo agressivo até nos pontos chave?
48’10” – Ouvinte pergunta: “Por que é tão chato ver tênis depois de setembro?”
49’50” – Ouvinte pergunta: “Tsonga ganhará seu major até encerrar a carreira?”
51’37” – Ong Ong, Blur
52’40” – A confusa corrida para o WTA Finals
61’50” – “Sheila fala mal de Patrick Mouratoglou mais uma vez”
63’50” – Genie Bouchard processa o US Open, e os três comentam
66’35” – “Acho até que Serena devia processar o US Open também”
67’25” – Comentários sobre Teliana Pereira e sua turnê asiática
69’20” – Hong Kong Phooey, Sublime

Créditos musicais

A faixa de abertura é China Girl, de David Bowie. Nos dois intervalos, entram, respectivamente, Princess of China (Coldplay feat. Rihanna) e Ong Ong (Blur). Por fim, o tema de Hong Kong Phooey (lançado no Brasil como Hong Kong Fu), na versão do Sublime, fecha o programa.


Quadra 18: S01E15
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

O Brasil perdeu para a Croácia na Copa Davis, e o podcast Quadra 18 está no ar para falar de tudo que envolveu o confronto. A escolha da sede, as partidas, a infraestrutura (ou a falta dela) e as consequências de tudo que rolou em Florianópolis. Com apresentação de Sheila Vieira, que acompanhou as semifinais do Grupo Mundial, o podcast tem Aliny Calejon e eu gravando direto de Floripa.

Para ouvir, no player clique acima. Se preferir, faça o download do podcast e ouça depois. Basta clicar no link acima com o botão direito do mouse e “gravar como”.

Quem preferir pode baixar o arquivo assinar nosso feed e ouvir no iTunes. E para enviar questões, críticas e sugestões, nosso canal preferido é o Twitter – incluam sempre a hashtag #Quadra18 – mas também aceitamos via e-mail e Facebook.

Os temas

Como de costume, segue abaixo a lista de assuntos abordados no programa, com o momento em que falamos sobre cada um dos temas. Quem preferir, pode avançar direto até o trecho que quiser ouvir primeiro.

0’00” – Introdução com Cossenza e Aliny em Florianópolis
1’37” – O confronto Brasil x Croácia
3’50” – A vitória croata foi surpreendente?
8’50” – A torcida catarinense e o mérito de Borna Coric
10’10” – O abandono de Thomaz Bellucci
10’30” – João Zwetsch fala sobre a decisão que resultou no abandono
14’45” – Thomaz Bellucci fala por que “não fazia sentido continuar”
15’40” – Bellucci fala sobre como lesões aparecem quando o tenista está mais cansado
16’55” – Florianópolis foi a melhor escolha para sede da Davis?
24’55” – “Parece uma organização amadora”
28’40” – Comentários sobre Grã-Bretanha x Austrália
33’50” – Comentários sobre Bélgica x Argentina
35’30” – O preparo físico de Leo Mayer que faltou à Argentina
36’20” – O que esperar da final entre Bélgica e Grã-Bretanha
37’20” – Bélgica na final significa mudanças à vista na Copa Davis?
40’30” – “EUA e Europa têm dificulade em enxergar amém do Grupo Mundial”
41’45” – Os playoffs e a única mudança no Grupo Mundial
42’30” – “Federer teve que pegar a bucha”
44’20” – “A Dinastia Daniel sobrevive na Colômbia”
45’50” – Colômbia bate na trave mais uma vez
46’50” – “Marcos Daniel fez muito mais na Colômbia do que Santiago Giraldo”
47’20” – Teliana Pereira no ITF de St. Malo e rumo à Ásia
48’55” – Confrontos interessantes no Challenger de Campinas
49’30” – Comentários quase aleatórios sobre champanhe croata e rodízio em Florianópolis

Créditos musicais

A faixa de abertura do podcast, chamada “Rock Funk Beast”, é de longzijun. As demais faixas deste episódio são chamadas “Hang For Days” e “Game Set Match”. As duas últimas fazem parte da audio library do YouTube.


Quadra 18: Especial pós-US Open
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Entre os homens, mais uma vitória de Novak Djokovic sobre Roger Federer, mais um título de Grand Slam para o sérvio. Na chave feminina, a zebraça de Roberta Vinci e a conquista de Flavia Pennetta. Nesta edição especial do podcast Quadra 18, com a presença especial de Sheila Vieira em Nova York, falamos um pouco de tudo que rolou de bom no US Open. Para ouvir, é só clicar no player abaixo!

Se preferir, faça o download clicando aqui com o botão direito do mouse e, depois, selecionando a opção “gravar como”. E divirta-se relembrando o último Slam da temporada de 2015 com a gente!

Os temas

Tudo que foi falado neste episódio está na lista abaixo (inclusive as músicas, já que optamos por opções diferentes em um episódio especial pós-Slam)

0’00” – New York, New York (Moby)
0’59” – Introdução com Sheila Vieira fala direto de Nova York
2’10” – Impressões sobre a final masculina
5’20” – O público americano a favor de Federer e a reação de Djokovic
9’08” – “Todo mundo bebeu todo álcool que tinha no Ashe”
11’35” – O 2015 de Djokovic é superior ao de Serena nos Slams?
13’50” – Federer sai de Nova York com o copo meio cheio ou meio vazio?
18’05” – A devolução “SABR” de Federer teve efeito prático?
20’05” – “Achei fantástico o que o Boris falou” (sobre a devolução de Federer)
23’35” – “Boris dá a entender que não é grande fã do Federer”
26’15” – Becker continua com Djokovic em 2016?
27’50” – A campanha de Andy Murray no US Open
30’35” – O abatimento de Rafael Nadal após a derrota para Fognini
33’05” – Decepções e surpresas da chave masculina
33’40” – A digna participação de Marin Cilic
35’30” – Quem pergunta “como Cilic ganhou um Slam?” mostra desconhecimento gigante de tênis.
38’05” – Wawrinka decepcionou na semi?
39’10” – New York (U2)
40’00” – Comentários sobre o título de Flavia Pennetta
41’10” – É decepcionante ter ingresso para a final e não ver Serena?
45’15” – O desespero de Serena no terceiro set contra Vinci
48’35” – A pressão que Serena nunca admitiu sentir
52’00” – A reação do público americano ao torneio de Serena
56’03” – Surpresas e decepções do torneio feminino (Halep, Azarenka, Kvitova, Bouchard, Venus, Jankovic e Bencic)
67’20” – Broadway (The Goo Goo Dolls)
67’50” – Aliny Calejon fala sobre as duplas no US Open
71’55” – A campanha de Bellucci e Demoliner
76’08” – A péssima consequência do título de Herbert e Mahut para Soares e Peya
80’00” – Registros sobre Teliana, Feijão e títulos de Dodig e Coric.
83’00” – Sheila conta sua experiência como fã no US Open
95’30” – New York, I Love You, But You’re Bringing Me Down (LCD Soundsystem)


Quadra 18: S01E12
Comentários Comente

Alexandre Cossenza

Andy Murray foi campeão em Montreal, Belinda Bencic derrubou o mundo inteiro – inclusive Serena Williams em Toronto, e australianos se envolveram em confusões (barracos, tretas, você escolhe a palavra) no Canadá e nos Estados Unidos. Cheio de assunto, o podcast Quadra 18 está de volta, com seu 12º episódio.

Aliny Calejon, Sheila Vieira e eu falamos bastante sobre tudo acima, lembramos do título de Rogerinho no Challenger de Praga, respondemos perguntas de ouvintes ilustres (Bruno Soares participou) e voltamos a falar de Brasil x Croácia pela Copa Davis. Cliquem abaixo para ouvir.

Se preferir, faça o download do arquivo e ouça depois. Para isso, basta clicar no link com o botão direito do mouse e “gravar como”. E divirta-se!

Os temas

Como de costume, segue abaixo a lista de assuntos abordados no programa, com o momento em que falamos sobre cada um dos temas. Quem preferir, pode avançar direto até o trecho que quiser ouvir primeiro.

01’55” – Momento “Chupa Kyrgios”
02’45” – Kyrgios x Wawrinka: dissecando o barraco
06’48” – “Cogumelo no palito”
07’38” – Como Kyrgios pode aprender com o episódio
09’42” – Redes sociais afetando a repercussão das brigas
12’52” – O barraco Harrison x Kokkinakis
15’40” – Austrália, a terra da polêmica
20’00” – Montreal: Murray vira número 2 do mundo
21’04” – O retorno de Murray ao topo
22’52” – Cossenza analisa a final Muurray x Djokovic
23’50” – Sheila questiona a motivação de Djokovic em Montreal
25’35” – A vitória fácil de Nishikori sobre Nadal
27’00” – Nishikori sente fisicamente outra vez
28’55” – A incrível campanha de Bencic em Toronto
33’34” – Serena se irrita com fogos de artifício
35’10” – Azarenka perde outra grande oportunidade
37’30” – O vestido dourado de Radwanska
38’25” – Petra Kvitova e a mononucleose
40’57” – Aliny repassa a ótima campanha de Peya/Soares em Montreal
43’00” – Bruno Soares alcança 300 vitórias na carreira
45’23” – Explicação e desabafos sobre as transmissões dos jogos de duplas
52’57” – “Volta, Sarney”
52’40” – O retorno de Rogerinho
55’20” – O lugar de Feijão na Davis está ameaçado?
59’00” – Bruno Soares pergunta: “Que tal Florianópolis para sediar a Davis?”

Créditos musicais

A faixa de abertura do podcast, chamada “Rock Funk Beast”, é de longzijun. As demais faixas deste episódio são chamadas “Hang For Days” e “Game Set Match”. As duas últimas fazem parte da audio library do YouTube.